11 de janeiro de 2012

Sabor de Infância: Banana Real

Cozinha: R. Cap. Melo, 21-335 - Stella Maris, Salvador - BA, 41600-610, Brasil
Eu, na escadaria ao lado da casa de minha avó. Visite os
outros blogs e descubra quem é quem  nas fotos
do mosaico. Cada um está ao lado da sua receita.
Dia desses, no meio de uma conversa sobre temperos e sabores, me veio à cabeça os sabores que nós conhecemos e esquecemos. Sabores que te levam a começar a lembrar do passado e se dar conta do quão velho se está ficando. Gosto muito e me sinto bem com os sabores da infância, mesmo estes sabores me fazendo regredir anos na minha idade mental. Não amigo macho, essa revelação não me fará perder o título de macho alfa desse bando, então, nem se assanhe. Essa cozinha tem diretoria. Foi nesse clima divertido que me passou uma idéia e, sugeri a alguns amigos blogueiros fazermos uma pequena brincadeira onde cada um lembraria um sabor da sua infância e recriaria, aqui, a receita para vocês.

Um dos sabores que eu mais gosto é o de Banana Real, doce típico e bem simples de ser feito, que agrada a qualquer criança com complexo de formiga. É o tipo do doce que eu costumava encontrar em qualquer padaria ou biboca da cidade, mas que hoje é uma raridade ser encontrada. Havia lembrado de outro sabor de infância também: taboca. Mas esse eu confesso que não sei fazer... ainda.

Bom, sem mais delongas, até porque não se tem muito o que falar desse lanche de tardes e tardes sem fim, vamos ao que interessa. Anote o que você vai precisar.

|| Ingredientes:

Massa de pastel
Bananas da Terra maduras
Açúcar
Canela em pó

|| Como fazer:

Banana Real
Fatie as bananas da terra ao comprido, fazendo com que rendam 3 fatias. Passe essas fatias na mistura de açúcar e canela. Corte a massa de pastel em retângulos de modo que uma fatia de banana possa ser colocada sobre ela e fechada, como num pastel comum. Frite estes "pastéis de banana" em óleo bem quente, escorra e, ainda quentes, passe na mistura de açúcar e canela novamente. Deixe esfriar e se divirta.

Simples, gostoso e, com toda a certeza, agradará aos machinhos e não-machinhos nestas tardes de férias de verão onde eles precisam de energia para ser gasta. Se quiser incrementar, minha irmã deu a dica de uma banana real que ela encontrou dia destes. Disse que dentro tinha Catupiry, embora eu ainda fique com a tradicional. 

Agora, conheça os sabores que lembram o quão divertido era a infância de:

Cozinha em Cena | Esfihas
Fica, vai ter sobremesa! | Charlotte de Coco
Culinarístico | Enroladinho de Salsicha
Fette di Amore | Mingau de Farinha Láctea
Cozinha Perfumada | Doce de Banana em Calda
Cucina Artusiana | Flan de Laranja




22 comentários:

  1. Adorei a idéia da postagem coletiva Túlio.
    O tema é ótimo! Estou conferindo todas as receitas...e fotos :)
    Bjos
    Tania (Avental e Aventuras)

    ResponderExcluir
  2. Oi Tania. Realmente é bem legal lembrar os sabores que a gente esquece com o tempo. E Viva a Infância! :)

    ResponderExcluir
  3. Muito amor pela mistura de banana com canela. =)

    ResponderExcluir
  4. Tulio que delicia essa banana real! Não conhecia por esse nome, chamaria de pastel de banana e canela...rsrsrs ;) Humm amei essa mistura perfeita e nossa blogagem coletiva com as recordações na infância! Beijos Tereza

    ResponderExcluir
  5. Como a Tê disse aí em cima, também não conhecia pelo nome de banana real, mas, agora que fomos apresentadas, gostaria muito de conhecê-la pessoalmente! Rs. E segue minha teoria: banana é vida! Muito legal a blogagem, estou passeando pelos posts :-) Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehe
      Adri, experimenta aí. As crianças "formiga" da redondeza vão adorar!!! :)

      Excluir
  6. Matou a pau agora, Tulio! Banana real é tudo de bom! A boca encheu de água... :)
    Abraço!
    Gustavo Romero
    Mastigando em Salvador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo. Isso aí é um dos meus vícios de infância. hehehe Os outros são Taboca e Bolachinha de Goma. Outro dia, tava passando ali no Lucaia, quase subindo pra Garibaldi, e tinha um guri no sinal, do outro lado, no sentido Iguatemi, vendendo taboca. Pense aí! Parei o carro de qualquer jeito, atravessei as pistas só pra ir comprar. kkkkkkkkkkkkk #desespero

      Excluir
  7. Vou te falar que salivei desde a primeira vez que bati o olho nesta foto. Vou aí te visitar :)

    ResponderExcluir
  8. Olá Túlio amigo, que idéia bacana a sua, muito gostoso, relembrarmos a receita que mais gostávamos, e junto com ela trazer belas recordações, por que vamos combinar né? Tem coisa mais gostosa do que a infância? Ah tem sim? As guloseimas. E essa sua é uma delicia, como disse a Tê e a Adri não conhecia essa receita com esse nome. Me deu água na boca sabia? Meu lado criança falou bem alto agora!!! E adulto tbém hehe. As fotos foi uma idéia genial, vc está com a maior cara de sapeca nessa foto. Vou la conferir os outros posts. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josy!!!!
      obrigado pelo "sapeca". hehehe A cara era de quem ia aprontar mesmo. Mas deixa quieto. :op Meu lado criança sempre berra quando vejo coisas de infância. E o adulto desaparece rapidinho. :) Mas... eu adoro isso. Crescer só dá trabalho.

      Excluir
  9. Calvin, ando muito nostalgica ultimamente e com os olhos mareados li essa postagem. Infância é um período tão gostoso...lembrei de tantos sabores, tantas brincadeiras, tantas recordações gostosas, os cheiros, a maneira inocente de levar a vida. Que pena que a gente não acesse esse lugar dentro da gente o tempo todo, né? Seria tão mais interessante e evitaria tanta bobagem e importância que a gente dá a coisas que no final são ínsignificantes.
    Vixe, virou banana real com orégano.rsrrs
    Adorei essa postagem de vcs, tão queridos meus.
    Um beijão

    ah, taboca não conheço, o que é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandrinha. Nostalgia é legal. Eu me pego viajando de vez em quando em muito orégano de infância. hehehe Vou tentar conseguir uma foto da taboca pra apresentar pra vocês.

      Excluir
  10. Oi,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por esse cantinho e muito sucesso aqui!

    Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

    Ah,tem 2 sorteios rolando por lá,participa! :)

    http://umamulherbemvestida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda. :) Ando sumido, mas essa semana eu volto à ativa.

      Excluir
  11. Túlio...adorei a ideia da postagem coletiva! E esta Banana Real, então? Nossa...banana+canela+açúcar= combinação perfeita!!! Nota 11, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana. Isso é vício de infância. hehehe Pena que ainda não achei a taboca, para fotografar pra que vocês conheçam. :)

      Excluir
  12. Gente. Peço milhões de desculpas a todos. Comecei em um novo trabalho e, por conta de ter que estudar toda uma nova rotina, não tenho dado a atenção devida a vocês. Até o blog anda abandonado. Mas não esqueci de vocês não. Esta semana ainda prometo fazer uma ou duas postagens trazendo novidades para vocês. :)

    ResponderExcluir
  13. Nossa Tulio, que tortura Real!
    Massa de pastel aqui nem pensar né, sera que functional com Massa de rolonho Japanese rssss
    Fiquei com vontade pq sempre gostei de pastel de banana hummmm

    ResponderExcluir
  14. Estudei no Antonio Vieira, em Salvador, e lá meu lanche preferido era a banana real. Hoje mmoro em São Paulo, e me arrico a fazer em casa, nunca sobra...Delicia

    ResponderExcluir
  15. sabia que nesse exato momento eu estava comendo a banana da terra e me veio na mente uma escolinha que eu estudava e ao lado tinha uma lanchonete onde vendiam as melhores banana real do mundo , nunca me esqueci desse tempo mais as veze eu não tinha dinheiro pra compra-las e eu ficava tao triste em ver todos os meus colegas degustando e eu só olhando ...mais tudo bem eu superei isso graças a DEUS e as lembranças me deu uma curiosidade de onde surgiu as banana real então eu comecei a imaginar ,um grande e poderoso rei que não tinha mais o que experimentar e ele era apaixonado por bananas então lançou um concurso ,quem fiseses algo muito mais muito gostoso com as bananas e o rei as aprovassem teria grande premio alem de garantir um ótimo emprego na cozinha real com um maravilhoso salario então alguém inventou a banana real e o rei se deliciou e foi assim que surgiu a banana real fim kkkkk

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos e as críticas construtivas são bem aceitas. Mas me reservo o direito de apagar qualquer comentário que contenha propagandas (SPAM), conteúdo vulgar ou ofensivo. Retribuo educação com educação.