27 de fevereiro de 2011

Manteiga de Ervas

Cozinha: Stella Maris, Salvador - Bahia, Brazil
Eu entendo que você, Macho Gourmet Iniciante, não tenha lá muita afinidade com o ambiente gastronômico. Mas isso não é desculpa para não impressionar os amigos, a gata ou mesmo a sua futura sogra, fazendo com que ela te defenda até naqueles domingos onde você saiu para o futebol com os amigos pela manhã e só apareceu no final da tarde, cheirando a cerveja e perfume barato que ela, perante a filha, jurará de pé junto que se trata de inhaca de macho que joga futebol. Então, está aqui uma coisinha simples e que dá um toque especial naquele prato meia-boca que você fez.

A manteiga de ervas nada mais é que a mistura deste dois ingredientes. A diferença está apenas na escolha dos ingredientes que darão o sabor desejado à manteiga. Se você quer uma coisa simples, com sabor forte, sugiro uma manteiga de alho. Se deseja dar um toque perfumado (hummm...) ao prato, sugiro orégano, alecrim ou outra erva do tipo. Hoje vou te ensinar como fazer uma manteiga de alho e ervas, tudo misturado e, que não tem como você errar. Anote o que você vai precisar:

|| Ingredientes:

01 pote de manteiga de 500g em temperatura ambiente
04 dentes de alho grandes e descascados
02 colheres de chá de orégano
01 colher de chá de salsa desidratada
01 punhado (aproximadamente 01 colher de chá) de alecrim
02 pitadas de pimenta do reino moída
01 pitada de sal

Nota: A manteiga já contém sal. O sal adicionado a esta receita serve apenas para ajudar no momento de pilar. Por isto mesmo, não abuse. Use apenas uma pitada.

|| Como fazer:

Em um pilão, soque todos os ingredientes secos, triturando o máximo que puder. Quando estiverem bem triturados, adicione o alho e continue pilando até que se transforme em uma pasta. Se o seu pilão for de pedra, poderá fazer o passo seguinte nele mesmo. Se for de madeira, sugiro que faça em uma vasilha de vidro. Com uma colher, misture a pasta formada com a manteiga até que toda pasta seja incorporada e distribuída. Abra cerca de 30cm de filme plástico sobre uma mesa ou balcão e distribua a manteiga temperada de modo que você possa enrolar o filme plástico como se fosse um salame. Amarre a ponta com um barbante ou linha e leve à geladeira por algumas horas até que a manteiga endureça. 

Esta manteiga poderá ser usada sobre quase tudo que você desejar: de uma boa pasta fresca até uma carne ou batata assada. Como ela terá adquirido uma forma tubular, basta cortar discos e colocar sobre o alimento ainda quente. O calor do alimento fará com que o disco derreta, espalhando o sabor do alho e ervas por todo o prato. Com esta manteiga qualquer prato que você faça vai adquirir uma sabor especial.


*******************************************************
Dica I: Caso queira dar um toque não macho para a manteiga, utilize uma forma de acetato, destas que são utilizadas para fazer bombom de chocolate. Escolha o motivo (decoração) que desejar, preencha a forma com a manteiga e leve para a geladeira coberto com uma folha de papel manteiga.

Dica II: Se não tiver prática e quiser facilitar sua vida, corte aquele papelão do rolo de papel toalha ao meio, enfie ali um saco limpo (serve daqueles que você coloca frutas no mercado) e preencha com a manteiga até a boca, pressionando bem no final para que a manteiga fique bem compacta. Se sobrar, faça o mesmo com a outra metade do rolo. Leve à geladeira e retire o papelão somente depois de gelado.

Dica III: Se você for um Macho Gourmet Nível II sugiro que, no lugar do filme plástico ou saco, utilize papel manteiga. Enrole o miolo de papelão com ele deixando um pedaço sobrando embaixo, amarre com dois pedaços de  barbante (um para pra fechar o fundo e outro no meio para que mantenha a forma), retire o tubo de papelão e preencha com a manteiga. Feche a ponta superior com outro barbante e leve à geladeira.



Um comentário:

  1. Adorei essa manteiga de ervas Tulio!!!Super prática e fácil!:)) Beijo

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos e as críticas construtivas são bem aceitas. Mas me reservo o direito de apagar qualquer comentário que contenha propagandas (SPAM), conteúdo vulgar ou ofensivo. Retribuo educação com educação.