7 de outubro de 2011

Macho Internacional: Cozinhando à Italiana

Cozinha: R. Cap. Melo, 338-648 - Stella Maris, Salvador - BA, 41600-610, Brasil
Image by avlxyz @ Flickr
Recentemente recebi a informação valiosa de uma grande amiga... ops... digo... de um não-macho por quem tenho grande consideração. Ela me disse que todo italiano tem uma panela wok. O que, convenhamos, não é nenhuma surpresa. Afinal, depois de surrupiar o macarrão dos chineses, o que é incorporar uma típica panela oriental à sua cozinha?! Mas o fato que mais me impressionou, foi a destruição de um mito criado por novelas, séries e filmes diversos em todo o mundo. O mito da "mamma" ou da "nonna" servindo aquela generosa porção de molho de tomate sobre um macarrão pálido e sem graça que ganha, sob os holofotes hollywoodianos, todo um contexto gastronômico. Pois bem, caros amigos e amigas, esqueçam esta cena. Não totalmente. Mas esqueçam.

A cena de fato ocorre. Assim como alguns de nós, brazucas, os italianos tem um sentido de comunidade e família muito forte e, os imigrantes daquele país residentes no Brasil podem atestar isso. E a reunião à mesa é quase um ato sagrado (se não o for de fato). O que muda na cena criada pela ficção é a maneira como a massa é servida. 

Sim, todo italiano come massa (mas esqueça também a cena da massa e do pão misturados na mesma refeição). Pelo menos aqueles que não tenham restrições médicas. Mas esta fica, digamos, em segundo plano. O ator principal do prato não é a massa mas, sim, o molho. É a este que os italianos demandam toda a energia e devoção. Só após o molho estar pronto é que a massa ganha a atenção. E aí, entra um pequeno truque. A massa é cozida em água (sem óleo ou azeite, como algumas pessoas tem a mania de fazer, já que uma boa massa dispensa isso) até antes do ponto de ficar "Al dente". Neste ponto é escorrida e jogada dentro do molho, para que termine ali o seu cozimento. Desta maneira, vai incorporar mais ainda o sabor do molho. No momento de servir, a massa é colocada no prato e, somente após todos se servirem, o que resta do molho no fundo do tacho é jogado por cima dela. Daí a cena corriqueira vista nas telas toda vez que uma família italiana é retratada à mesa. 

Agora que você aprendeu um pouco de como servir a massa "Al sugo", que tal criar a sua? Para ajudar, aí vai uma receitinha rápida e fácil. Tecnicamente eu deveria explicar todo o processo de como fazer o molho, mas como isso aqui é um blog pra macho que quer algo rápido, simples e sem frescura, mas... saboroso, vou tomar uns atalhos.

|| Ingredientes:

2 tabletes de caldo de carne
350g de extrato de tomate
1 cebola grande
4 dentes de alho grandes
750ml de água
Manjericão
Açúcar

|| Como fazer:

No liquidificador bata a cebola, o alho e os dois tabletes de caldo de carne junto com a água. Leve para cozinhar em uma panela que possa ser tampada. Quando levantar fervura, adicione o extrato de tomate (nesse momento, vale um merchan... use o Elefante. É o mais consistente do mercado.), misture bem e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos em fogo baixo. Como os tabletes de caldo de carne já tem sal, você não precisará adicionar mais. Mas use o açúcar para corrigir a acidez do molho. Para essa quantidade, uma colher de café basta, mas verifique assim mesmo e, se precisar de mais, adicione. Quando o molho estiver pronto, apague o fogo e adicione algumas folhas de manjericão. Deixe tampado para que o calor permaneça lá dentro enquanto você prepara a massa.

***************************************************
Dica I: O manjericão tem sabor forte. Algumas folhas bastam para dar sabor ao molho. Mas se desejar, adicione mais. Além disso ele murcha rápido com o calor. Deixe para colocá-lo apenas no final.

Dica II: Essa receita foi feita para os apressadinhos. Então não ensinei a fazer o molho com tomates de verdade nem usar carne no lugar dos tabletes. De qualquer forma, se quiser um sabor de carne mais autêntico, cozinhe um pedaço de músculo até que a água reduza formando um caldo (cerca de 2 horas em panela comum ou 1h usando a pressão). Use esse caldo no molho.

Dica III: Vai fazer o molho e não quer usar açúcar? Sem problemas. Use uma cenoura no lugar. Basta bater ela no liquidificador, peneirar para tirar o bagaço e pronto. A cenoura, assim como a beterraba, tem muito açúcar. Mas como alguns acham beterraba com gosto de terra... eu sugiro a cenoura.




6 comentários:

  1. Concordo com voce Túlio, a massa é tida como um elemento essencial na vida dos italianos. É uma verdadeira história de amor. Gosto de fazer molhos em casa, herdei algumas habilidades com minhas tias italianas.E o molho eleito aqui de casa é o al sugo, nosso preferido. Gostei dasua receita, é quase parecida com a minha...bjos ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  2. Ola querido...adorei a massa e o seu cantinho...
    Ammmmmoooo massa de qualquer jeito e com qualquer molho...e ainda tenho a sorte de ter um "macho gourmet" particular em casa (meu marido e chef de cozinha italiana,rsss)...entao ja sabe neh...

    Entao...voltarei com mais tempo pra ver o que ainda nao vi,pois ja estou te seguindo pra nao perder mais nada por aqui...Se puder,venha me visitar tambem...

    Beijinhos

    http://viramexeefaz.blogspot.com

    Sharon

    ResponderExcluir
  3. Macho..Olá meu querido esta receita qual você fez só consigo comer com gosto na Itália, pois o basílico de lá tem outro sabor,mesmo que traga e faça fica gostoso,mas não tão saboroso como da mama. Enfim você deu uma receita que é simplesmente de comer com os olhos e adorei. Agradeço-te por compartilhar. Abraços. Kaoma

    ResponderExcluir
  4. Meninas, só quero lembrar que este blog foi criado na intenção dos Machos de plantão (mas quem mais segue são as mulheres, vejam só. hehehe). Sendo assim, apesar de ter a capacidade para fazê-lo, não posso elaborar muito as receitas. Tem que ser uma coisa que qualquer marmanjo que não saiba a diferença entre uma colher e um garfo saiba fazer e, saia gostoso ou, no mínimo, comestível. :op

    Sharon, vou fazer uma visitinha no seu blog. Obrigado pela visita e por seguir o blog. Espero que goste do que vai encontrar por aqui.

    ResponderExcluir
  5. Ah, Tulio, eu amei a praticidade desse molho. Anotado!
    Bjs

    www.comerrezando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Juli... é molho pra macho. Trocando em miúdos, quer dizer: "Mesmo que o sujeito não saiba a diferença entre um garfo e uma colher, ele acerta fazer". hehehehe

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos e as críticas construtivas são bem aceitas. Mas me reservo o direito de apagar qualquer comentário que contenha propagandas (SPAM), conteúdo vulgar ou ofensivo. Retribuo educação com educação.